Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Inauguração de duas agroindústrias fortalece agricultura familiar de Cruz Alta

Publicada em 22/03/2024

  • Inauguração de duas agroindústrias fortalece agricultura familiar de Cruz Alta

Demonstrando a diversidade da produção agrícola de Cruz Alta e o empreendedorismo dos agricultores, duas agroindústrias familiares foram inauguradas nesta quinta-feira (21/03), no interior do município.

A primeira delas é a Agroindústria Capão Alto, na localidade do Capão Alto (Bacia Leiteira) e a Agroindústria Doce Sabor, na localidade de Capão Grande.

A Agroindústria Capão Alto, que pertence a Daniel Alfonso Kempfer, produz milho verde, laranja e bergamota. Já a Agroindústria Doce Sabor, pertencente a senhora Idalina Erna Dettmer, é responsável pela produção de pães, massas e bolachas. A partir do processo de legalização, as duas agroindústrias poderão comercializar seus produtos diretamente com a prefeitura, ampliando as suas fontes de renda. As duas agroindústrias receberam todo o acompanhamento técnico do Programa Estadual de Agroindústria Familiar (Peaf), que é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e executado pela Emater/RS-Ascar.

Para marcar a inauguração, a prefeita Paula Rubin Facco Librelotto; o secretário municipal da Agricultura João Augusto Telles; o vereador Gustavo Bilibio e o presidente da ACI Cruz Alta, Rogério Coradini, estiveram visitando as duas novas agroindústrias, conversando com as famílias, conhecendo a estrutura física e o processo de produção dos produtos. A solenidade de inauguração contou com a presença do assistente técnico regional da Emater/RS, Erni Breitenbach; da engenheira agrônoma e chefe do escritório local da Emater, Larissa dos Reis; além das extensionistas, Carolina Remus Oberto dos Reis e Rosita Heringer de Lima.

A prefeita Paula Rubin Facco Librelotto reforçou a importância do trabalho realizado pelas famílias e destacou a atuação do poder executivo no fortalecimento das agroindústrias e em defesa a agricultura familiar. “Hoje é um dia muito feliz para todos nós, que temos a oportunidade de acompanhar a inauguração e implementação de duas novas agroindústrias em nosso município. O poder executivo tem trabalhado no fortalecimento desta importante rede de cooperação, de renda e de oportunidades. Incentivar o pequeno e médio agricultor, orientando, prestando assistência e apoio, seja com orientações técnicas, jurídicas ou com o empréstimo de máquinas e equipamentos, é fundamental para que possamos fortalecer a agricultura familiar, mantendo as famílias no campo, mas principalmente oportunizando a geração de renda e de oportunidades. Parabéns a todos que empreendem no campo, com coragem, determinação e muito trabalho. A partir da legalização e regulamentação das agroindústrias, a prefeitura também cumpre com o seu papel de apoiador e incentivador, realizando a aquisição dos produtos e disponibilizando os alimentos aos alunos da rede municipal de ensino”, concluiu a prefeita.

Como forma de fortalecer e ampliar a rede de agroindústrias no município, a administração municipal através das secretarias da Agricultura; do desenvolvimento Econômico e da Educação, tem atuado junto aos produtores, na orientação e na capacitação das famílias, estimulando a produção e a comercialização dos produtos. O trabalho conta ainda com o apoio técnico da EMATER RS – ASCAR.

“Estamos atuando junto aos produtores rurais, principalmente os da agricultura familiar, orientando e estimulando a legalização das agroindústrias como forma de fortalecer a economia local, garantindo a permanência das famílias no campo, oportunizando assim a geração de renda. Além das reuniões que realizamos, também disponibilizamos aos produtores suporte através da patrulha agrícola e orientações acerca da comercialização dos seus produtos. É extremamente gratificante observar a evolução e o credenciamento de novas agroindústrias em nosso município”, concluiu o secretário municipal da agricultura João Augusto Telles.

AGROINDÚSTRIA CAPÃO ALTO

Há quase 40 anos a família Kempfer reside na área localizada em Capão Alto. Juntamente com os primeiros moradores, o senhor Lotário construiu nesta localidade a sua vida e família, criando e ensinando os seus filhos a preservar as tradições e a manter a residência no interior. Hoje o filho do senhor Lotário, Daniel Kempfer, juntamente com a sua esposa Karine e seus filhos, também acabaram fixando residência na localidade, dando prosseguimento ao trabalho realizado pelo seu pai.

A família já trabalhava com a produção de leite e grãos, e no ano de 2021, no intuito de diversificar as suas atividades, iniciaram o processo de comercialização dos produtos através do Programa Nacional de Alimentação Escolar - PNAE, com a venda de milho verde e também de laranja e bergamota que já existiam em sua propriedade.

Com o atual cenário desfavorável e a crise do setor leiteiro, no ano passado a família decidiu encerrar a atividade leiteira e focar na comercialização de milho em espiga, e para ter um melhor aproveitamento do milho decidiu por criar e legalizar a agroindústria, oportunizando assim a comercialização e venda dos produtos.

“Me sinto feliz em concretizar mais esse importante sonho de nossa família. Quero agradecer a EMATER pela orientação e suporte necessário em busca da regularização da nossa agroindústria, assim como agradecer a prefeita e a administração municipal pelo apoio que recebemos nestes últimos anos, na produção de silagem e de outros serviços realizados pela patrulha agrícola. Não é fácil a vida do produtor, mas vamos seguir trabalhando e nos aperfeiçoando cada vez mais”, concluiu Daniel Kempfer.

 

AGROINDÚSTRIA DOCE SABOR (FAMÍLIA DETTMER ULBRICH)

Criada no meio rural, Dona Idalina vive na propriedade da família há mais de 40 anos. Durante a sua trajetória de vida, Idalina aprendeu a amar o pedaço de terra em que foi criada, ajudando e aprendendo com os seus pais. Junto com o seu esposo Sérgio, o casal seguiu trabalhando na propriedade, onde criaram e ensinaram os filhos, a trabalhar com a produção de leite e grãos em uma área de 12 hectares.

Para complementar a renda da família, Dona Idalina há cerca de 30 anos comercializa seus produtos produzidos de forma artesanal nas feiras da cidade. Uma vez por semana ela leva na casa de seus clientes, diversos produtos produzidos em sua propriedade como cucas, pães e bolachas.

Em 2022, a família passou a comercializar frutas e hortaliças, inseridas na alimentação escolar. Com a vocação na produção de panificados, surgiu a ideia de legalizar a produção através da agroindústria para acessar outros mercados, com o intuito de substituir a atividade leiteira. Hoje o empreendimento é coordenado pela dona Idalina, contando com a participação da filha Patrícia e da neta Stéfani, reunindo assim três gerações.

A Agroindústria familiar é o espaço físico usado pelos agricultores familiares para o processamento de matérias primas agropecuárias onde o destino final da produção é a comercialização, visando aumentar o valor agregado do produto final.

A agroindustrialização da produção se constitui em uma importante alternativa de geração de renda no meio rural. É uma das alternativas econômicas para a permanência dos agricultores familiares e dos jovens no campo. Nesses empreendimentos os agricultores são protagonistas do processo, atuando na produção, industrialização e comercialização. Além disso, ofertam alimentos saudáveis, seguros e saborosos. O mercado mostra-se favorável à compra dos produtos coloniais. Além das escolas da rede pública de ensino, também há, em Cruz Alta, um restaurante popular e duas unidades militares que compram alimentos e produtos produzidos pelas agroindústrias familiares.

O assistente técnico regional de agroindústria da EMATER, Erni Breitenbach falou sobre a importância do fortalecimento das agroindústrias. “Sabemos do potencial de Cruz Alta na produção de produtos oriundos da agricultura familiar. A EMATER vem trabalhando no fortalecimento, no impulsionamento e na regularização das agroindústrias, demonstrando a importância e os benefícios que a regularização podem trazer às famílias. Através do trabalho conjunto com o poder executivo, estamos oportunizando a geração de renda e a manutenção das famílias no campo”, destacou o assistente.

“Nossas ações consistem em apoiar a implantação de agroindústrias familiares, auxiliar no processo de regularização, elaborar projetos arquitetônicos e de destinação de efluentes, articular o licenciamento ambiental, elaborar as informações nutricionais dos produtos, ofertar cursos de boas práticas de fabricação e aperfeiçoamento da produção, assessorar as famílias na gestão das propriedades rurais, além de apoiar a comercialização através dos mercados institucionais e feiras da agricultura familiar”, disse a chefe do Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Cruz Alta, Larissa dos Reis.

 

 

Com informações da Prefeitura Municipal

Paulinho Barcelos

Rádio Jornalismo – Rádio Cruz Alta

Grupo Pilau de Comunicações

Confira outras imagens

  • Inauguração de duas agroindústrias fortalece agricultura familiar de Cruz Alta
  • Inauguração de duas agroindústrias fortalece agricultura familiar de Cruz Alta
  • Inauguração de duas agroindústrias fortalece agricultura familiar de Cruz Alta
ROSMER PALACE HOTEL
prumo condominios

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface