Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Médula óssea: Hemocentro reforça importância de atualizar o cadastro do doador

Publicada em 30/01/2024

  • Médula óssea: Hemocentro reforça importância de atualizar o cadastro do doador

O Registro Brasileiro de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) é o terceiro maior banco de doadores do mundo. O transplante de medula óssea é fundamental para salvar a vida de pacientes com doenças que afetam as células sanguíneas. A substância é encontrada no interior dos ossos e possui células-tronco capazes de produzir componentes sanguíneos, como os leucócitos e os glóbulos vermelhos e brancos.

Manter os dados atualizados, como endereço e telefone, é o que possibilita que o Redome encontre o doador, quando identificada a compatibilidade com quem está aguardando o transplante. A atualização é realizada diretamente pelos doadores, em uma área disponível no site ou pelo Aplicativo do Redome.

Conforme explica a enfermeira assistencial do Hemocentro, Simone Melo de Almeida, o Hemocentro Regional de Cruz Alta, além de realizar a coleta para doação de sangue, também é responsável por fazer o cadastro dos doadores de medula óssea. “É coletado apenas 5ml de sangue e pode ser feito durante a doação de sangue. Além do recipiente coletado para os exames de laboratório, um segundo frasco é encaminhado para o banco de medula óssea”, salienta. 

Caso a escolha seja doar apenas medula óssea, é coletado somente os 5ml de sangue para o cadastro de doador, basta informar no balcão a preferência. É preenchida uma ficha, com todos os dados do doador e o mesmo posteriormente entra para o cadastro do Redome.

O agendamento de exames e coleta da medula são feitos pelo próprio Redome, onde os doadores podem ser convocados anos após o cadastro. O doador, junto com um acompanhante, se desloca até o local mais próximo do receptor, podendo ser em qualquer lugar do estado, país ou do mundo.

Segundo Simone, a doação da medula é realizada em procedimento ambulatorial por um médico, não é no Hemocentro, como muitos imaginam. “O médico realiza uma punção nos ossos chatos, normalmente é o osso do quadril, para retirada da medula de dentro desse osso”, explica. A medula óssea do doador se recompõe em apenas 15 dias.

Novos cadastros de doadores

Para se tornar um doador de medula óssea é preciso ir ao Hemocentro, com um documento original com foto e realizar o cadastro no Redome a partir do preenchimento de um formulário. No cadastramento, também é realizada a coleta de uma amostra de sangue para exame de tipagem sanguínea.

Para estar apto, o doador precisa ter entre 18 e 35 anos de idade, para realizar o cadastro (O doador permanece no cadastro até os 55 anos e pode realizar a doação até esta idade), apresentar bom estado de saúde, não ter doença infecciosa transmissível pelo sangue nem histórico de doenças neoplásicas (câncer), hematológicas ou autoimunes.

O horário de atendimento do Hemocentro é de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 11h, na Rua Barão do Rio Branco, número 1445. Mais informações e agendamentos podem ser adquiridos pelo telefone (55) 3326-3478.


Com informações da Prefeitura Municipal

Rádio Cruz Alta - Rádio Jornalismo

Grupo Pilau de Comunicações


Criação de Lojas Virtuais
ROSMER PALACE HOTEL
Lottini & Co

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface