Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos

Publicada em 11/08/2023

  • Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos

O Rio Grande do Sul registrou 95 casos de homicídios no mês de julho, sendo o menor número para qualquer mês computado desde o início da série histórica em 2010. Em comparação com o mesmo mês do ano passado, houve queda de 25,2%. 

Os indicadores foram divulgados em uma coletiva de imprensa na quinta-feira (10) na sede da Fecomércio, em Porto Alegre, onde também ocorreu a reunião da Gestão Estatística da Segurança Pública (GESeg). Estiveram presentes o governador Eduardo Leite, o secretário da Segurança Pública, Sandro Caron, o comandante da Brigada Militar, coronel Cláudio dos Santos Feoli e o chefe de Polícia Civil, Fernando Antônio Sodré de Oliveira.

Mais uma queda histórica dos homicídios

Com 95 casos, julho foi o mês com o menor número de homicídios no RS nos últimos 13 anos. Além disso, em comparação com o mesmo mês do ano passado, houve queda de 25,2%. Esta é a segunda vez no ano que o indicador tem queda histórica. Com 107 vítimas de homicídio, maio de 2023 era, até então, o menor número da série histórica iniciada em 2010.

Latrocínio mantém tendência de queda

Julho apresentou uma queda de 66,7% nas ocorrências de latrocínio em comparação ao mesmo mês no ano passado: foi registrado um caso, em Pelotas, contra três em julho de 2022.

O acumulado do ano também está em queda, em comparação ao mesmo período do ano passado: 27 roubos seguidos de morte em 2023, o que representa menos 15,6% em comparação com os 32 casos registrados nos sete meses de 2022.

Feminicídios diminuem 10%

Os casos de feminicídio no Estado vêm diminuindo desde abril. Em julho, houve nove casos contra dez no mesmo período do ano passado, o que representa uma queda de 10%.

Para a SSP, a redução reflete os esforços constantes das forças de segurança e de suas instituições vinculadas para combater a violência contra a mulher. Entre as medidas adotadas, destacam-se a implantação do projeto Monitoramento do Agressor – atualmente 20 agressores estão sob vigilância de tornozeleira eletrônica –, as ações da Delegacia Online da Mulher e a expansão das Salas das Margaridas.

Roubo de veículos apresenta queda histórica

Julho apresentou uma redução de 19,4% nas ocorrências de roubo de veículos em comparação com o mesmo período no ano passado: 258 casos registrados, sendo 62 a menos do que no sétimo mês de 2022. Trata-se do menor número para qualquer mês da série histórica desde 2010. Os outros dois menores índices também se referem a 2023: 306 em junho e 314 em maio. Com isso, mais de 90% dos municípios gaúchos não registraram um caso. As ocorrências se concentraram em 44 dos 497 municípios do Rio Grande do Sul.

Crimes patrimoniais

Em julho, os abigeatos e as ocorrências bancárias tiveram queda de 26,3% e 66,7%, respectivamente. Apenas os roubos a transporte coletivo apresentaram alta de 36 para 57 casos. No acumulado, no entanto, as ocorrências no transporte público permanecem em queda: 384 casos em 2022 e 359 em 2023 (menos 6,5%). Os abigeatos também diminuíram no acumulado (menos 16,5%). As ocorrências bancárias tiveram um caso a mais na soma de janeiro a julho de 2023, em comparação com 2022.

Investimento

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, ao longo deste ano, uma série de investimentos fortaleceram a atuação das forças de segurança no Estado e, consequentemente, aumentaram o bem-estar da população. Entre essas ações, estão o aumento da frota e do efetivo policial, somado à entrega de equipamentos para o Instituto-Geral de Perícias (IGP), do helicóptero para o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e de armamentos para a Polícia Civil.

De janeiro a agosto, houve o ingresso de mais de mil servidores, entre brigadianos, policiais civis e bombeiros. Além de aumentar o efetivo, em abril, a SSP entregou 160 veículos para as instituições vinculadas, garantindo patrulhamento ostensivo com pelo menos uma viatura nova em cada um dos 497 municípios gaúchos.

Em maio, o IGP recebeu equipamentos, com investimento superior a R$ 1,6 milhão, para concluir laudos com mais celeridade nas áreas de balística forense, medicina legal e identificação criminal. Foram entregues um Tablet Forenscope 4K Compact e seis smartphones capazes de detectar e capturar vestígios de impressões digitais. Os dispositivos auxiliam na resolução de crimes e, consequentemente, contribuem para as investigações policiais referentes a casos de mortes violentas.

Em julho, a Polícia Civil recebeu mais de 3,1 mil pistolas, um investimento de cerca de R$ 7,6 milhões. O novo armamento, destinado a departamentos regionais especializados, garante mais proteção aos policiais nas ações operacionais. No mesmo mês, o Corpo de Bombeiros Militar recebeu o primeiro helicóptero da corporação. A aeronave, fabricada nos Estados Unidos, representa um investimento de R$ 21,7 milhões e pode ser utilizada em operações sobre terra e água.


Com informações da Secretaria da Segurança Pública

Rádio Jornalismo - Rádio Cruz Alta 

Grupo Pilau de Comunicações

Confira outras imagens

  • Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos
  • Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos
  • Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos
  • Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos
  • Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos
  • Julho registra o menor número de homicídios no RS dos últimos 13 anos
prumo condominios

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface