Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Dengue: Depósito de pneus é um dos grandes problemas no combate em Cruz Alta

Publicada em 01/06/2023

  • Dengue: Depósito de pneus é um dos grandes problemas no combate em Cruz Alta

Um dos problemas, responsável pelo surgimento de focos do mosquito Aedes aegypti em Cruz Alta, vem sendo o depósito de pneus em terrenos, residências, borracharias, entre outros.

Neste sentido é que a Vigilância Ambiental da Prefeitura, orienta a população para que procure evitar o acúmulo de água, e, quando necessário, faça o descarte correto, levando os pneus até o “ecoponto”, que fica localizado no antigo “garajão”, em frente à Cidusa (Rua Procópio Gomes), das 8h às 12h, e das 13h30 às 17h30. Nos últimos dias, inclusive, uma ação da Vigilância Ambiental, resultou na retirada de uma grande quantidade de pneus de residências.

No município, os trabalhos dos agentes de campo seguem ativos, de forma contínua, com as visitas domiciliares e atendimentos a denúncias. “Somente a mobilização da comunidade é capaz de fazer a diferença nessa guerra contra o mosquito, por isso é fundamental não deixar acumular água parada, até mesmo água suja”, diz Tamara Lorenzon, da Vigilância Ambiental.

Dentre os locais que precisam ser vistoriados pela população estão: edícula, tonéis com captação de água da chuva, pratos de vasos de plantas, bandejas das geladeiras, bebedouro de animais, tanque de roupas que ficam com água empossada no fundo, coletor de água da saída do ar-condicionado, lixeiro sem tampa e sem furo embaixo, piscinas de plástico, cisternas, caixas de gorduras e plantas aquáticas, pequenos objetos nos quintais; como tampas de garrafas, copos plásticos e brinquedos infantis. Até mesmo gotículas de água numa tampinha de plástico já são suficientes para se transformar no criadouro do mosquito.

“O combate ao Aedes Aegypti deve ser contínuo. O apoio de todos é essencial para manter os números estabilizados. Por isso, fiquem atentos e redobrem os cuidados".

Doenças como febre chikungunya e zika vírus, também transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, possuem sintomas semelhantes. No caso da chikungunya, a dor nas articulações costuma ser mais aguda do que na dengue, e não é tão comum haver manifestações cutâneas. Já o zika vírus se destaca por uma febre mais baixa ou até ausência de febre, e seu sintoma predominante é o exantema, com coceira, além de conjuntivite.

Eventuais denúncias ou informações, pelo fone 3324 3600.

 

Com informações da Prefeitura Municipal

Paulinho Barcelos

Rádio Jornalismo – Rádio Cruz Alta

Grupo Pilau de Comunicações

Confira outras imagens

  • Dengue: Depósito de pneus é um dos grandes problemas no combate em Cruz Alta
  • Dengue: Depósito de pneus é um dos grandes problemas no combate em Cruz Alta
  • Dengue: Depósito de pneus é um dos grandes problemas no combate em Cruz Alta
UNINTER
CLARO
ROSMER PALACE HOTEL

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface