Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Polícia conclui inquérito e indicia proprietário por falso furto em Cruz Alta

Publicada em 25/04/2023

  • Polícia conclui inquérito e indicia proprietário por falso furto em Cruz Alta

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul concluiu, nesta segunda-feira (24), o inquérito do caso de um empresário que teria forjado um furto no próprio estabelecimento, uma loja de armas em Cruz Alta. Na ocasião, foram levadas do local 49 armas, entre pistolas, submetralhadoras, espingarda e fuzil. 

Após pouco mais de dois meses de investigações, restou demonstrada a participação do proprietário da loja na simulação do furto com o objetivo de desviar armas para uma facção criminosa atuante na região.

Durante a instrução policial verificou-se graves distorções e incoerências na versão apresentada pela suposta vítima no dia dos fatos, desde o levantamento de local de crime, até lacunas em seu depoimento.

Afora isso, foram identificadas situações em que pessoas com antecedentes policiais conseguiram adquirir armas e munições, incompatibilidade nas anotações de uso de munições no estande de tiro pertencente ao empresário e armas vendidas legalmente e não entregues a pessoas de boa-fé, falsamente indicadas como furtadas. 

A investigação baseou-se em quebras e extrações de dados telefônicos e telemáticos, análise documental, depoimentos e atividades de campo. 

O inquérito policial conduzido pelo Delegado de Polícia Ricardo Drum Rodrigues foi finalizado e remetido ao Poder Judiciário e Ministério Público. Ao todo, seis pessoas foram indiciadas por crimes como comércio ilegal de arma de fogo, associação criminosa, falsa comunicação de crime, falsidade ideológica e associação para o tráfico; incluindo o empresário e uma forte liderança do crime na região.

Somados os limites máximos, se condenado, a pena do proprietário da loja pode chegar a 28 anos de reclusão.

Ele segue preso desde a deflagração da operação Senhor das Armas, no dia 17 de fevereiro. A totalidade das armas desviadas ainda não foi recuperada.

Caso a população souber de qualquer informação, poderá denunciar via 197 (Polícia Civil) 190 (Brigada Militar) ou pelo celular (55) 99194-5758, sendo o sigilo absoluto garantido. 


Com informações da Polícia Civil

Rádio Jornalismo - Rádio Cruz Alta 

Grupo Pilau de Comunicações


ROSMER PALACE HOTEL
prumo condominios

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface