Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

SEM ÁGUA: Prefeitura aciona Corsan na justiça e empresa será responsabilizada

Publicada em 17/04/2023

  • SEM ÁGUA: Prefeitura aciona Corsan na justiça e empresa será responsabilizada

O sábado dia 15 de Abril , foi mais um , dos tantos que Cruz Alta ficou sem abastecimento de água, da concessionária Corsan.

O Nosso jornalismo apurou, que o motivo da falta de água foi devido a um problema eletromecânico, traduzindo, faltou energia elétrica na barragem do Lajeado da Cruz, ainda na madrugada por volta das 04h da manhã e pela informação que apuramos, a energia elétrica, só foi restaurada por volta das 09h da manhã.

Com o consumo intenso, mesmo o sistema retornando a normalidade após o conserto do problema de energia elétrica, a cidade carece de reservação adequada para a sua capacidade, e aí mais uma vez, Cruz Alta ficou sem água.

Os bairros mais distantes do centro da cidade, são os que mais sofrem , pois são os primeiros a ficarem sem água e os últimos onde é restabelecido o abastecimento, citando alguns: Sta. Tereza 1 e 2, Boa Parada, Acelino Flores, Vila Lizabel, Vila dos funcionários.

O abastecimento começou a ser restabelecido na noite do sábado e em alguns pontos da cidade, na madrugada do domingo (16).

PREFEITURA ACIONA CORSAN NA JUSTIÇA

O Procurador Jurídico do Município, Vitor Giacomini informou que a Justiça aceitou tutela provisória de Urgência, pedida pela Prefeitura, em ação pública contra a Corsan e determinou que a concessionária restabeleça imediatamente o abastecimento de água na cidade e providencie formas de abastecimento nos bairros mais distantes.

A Prefeitura pede 500 mil de multa diária, em cada situação de falta de água.

TRECHO DA DECISÃO

“Diante do exposto, considerando o grave e recente

histórico de falta de água no Município de Cruz Alta e que, apesar

de tal ter ocorrido há poucos dias, já na presente data voltou a

ocorrer interrupção no fornecimento de água, com fulcro no art. 12

da Lei 7.347/85 e no artigo 300 do CPC, DEFIRO o pedido de

tutela provisória de urgência, para o fim de determinar à parte ré que

restabeleça, com urgência, o fornecimento de água no Município de

Cruz Alta, notadamente nos bairros apontados na exordial, sob pena

de fixação de multa diária, bem como para que adote providências

urgentes de contingenciamento e suprimento de água por métodos

alternativos para aqueles munícipes que porventura possam sofrer

com interrupção prolongada, especialmente nos bairros mais

afastados da cidade.”

 

O ministério Público foi notificado para acompanhar a situação.

 

Paulinho Barcelos

Rádio Jornalismo – Rádio Cruz Alta

Grupo Pilau de Comunicações

Criação de Lojas Virtuais
ROSMER PALACE HOTEL
Lottini & Co

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface