Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Governo do RS desiste de oferta de ações e pretende vender 100% da Corsan

Publicada em 13/07/2022

  • Governo do RS desiste de oferta de ações e pretende vender Corsan até dezembro

O governo do Rio Grande do Sul anunciou nesta quarta-feira (13), a desistência de buscar um recurso da suspensão do processo de privatização da Corsan, mas que mantém a intenção de entregar o controle da estatal à iniciativa privada ainda em 2022.

Para isso, vai mudar o formato do processo e tentar viabilizar a venda de 100% da companhia. Antes, a desestatização ocorreria por meio de um IPO, abertura de capital na bolsa, com o Estado mantendo parte das ações e ingerência sobre a Corsan.

O governador Ranolfo Vieira Junior explicou que um recurso contra a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) só iria atrasar ainda mais o processo. "Não recorremos da decisão do TCE. Na nossa visão, um eventual recurso iria ainda levar mais tempo até o seu julgamento, que atrasaria mais e correríamos concretamente o risco de não conseguirmos efetuar esse negócio em 2022", explicou.

Com base nisso, a Corsan pedirá o cancelamento do pedido de registro de oferta pública junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e não dará prosseguimento ao pedido de listagem na B3 (Bolsa de Valores). Ao mesmo tempo, iniciarão as ações para a alienação da integralidade das ações da Companhia em 2022.

Até a ordem do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na semana passada, para que o processo fosse interrompido, a Corsan previa efetivar a venda de ações neste mês de julho.

Nas justificativas de privatização da Companhia, o governo do Estado aponta a demanda de recursos para a realização de investimentos para atender as metas fixadas pelo Novo Marco Legal do Saneamento, como a universalização da coleta e tratamento de esgoto e o abastecimento de água tratada.

Rádio Jornalismo - Rádio Cruz Alta

Grupo Pilau de Comunicações

ROSMER PALACE HOTEL
Eduardo Amaro Pilau
UNINTER

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface