Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Adoção de cães vira-lata se torna febre, e animal se populariza nas famílias

Publicada em 18/09/2019

  • Adoção de cães vira-lata se torna febre, e animal se populariza nas famílias

A história do Simba e da sua dona Ana Lúcia Mattos começou há um ano, quando ela resolveu oferecer a sua casa como lar temporário para o filhotinho de apenas 2 meses. A família até tentou achar uma casa definitiva para o vira-lata caramelo, mas não teve sucesso. Não tinha jeito, Simba já era deles. Seja por conta de campanhas contra a comercialização de animais ou pela temperamento dócil comum aos cãezinhos sem raça definida (SRD), cada vez mais famílias adotam um novo integrante de quatro patas.

— Ele é a alegria da casa! Tentamos dar para a adoção, mas eu já estava envolvida. Sou permissiva com coisas que jamais imaginei ser — entrega Ana Lúcia, que se rendeu a Simba e hoje permite que ele suba no sofá e até durma com o filho.

Há quem diga que os vira-latas já se tornaram tão populares, que, como diz o meme, representam mais o Brasil do que futebol e samba. E não é à-toa que o caramelinhos são os mais comuns.

— Essa é uma cor fácil de aparecer nos cruzamentos, acaba ajudando na popularização. Não dá para padronizar, mas eles (os vira-latas) costumam ser mais amigáveis e mais saudáveis— explica a veterinária Bianca Martoni.

A médica ainda afirma que as campanhas de adoção impulsionaram a popularização desses cachorros. Foi em uma dessas que Gemma, de 4 anos, conquistou a sua dona, Maria Vitória, que tenta driblar a mania da cachorrinha de revirar lixo e roubar comida de qualquer canto.

— Quanto mais sujo o lixo mais ela gosta. Rouba comida mesmo quando deixamos no alto. Ela é muito inteligente, também. Os caramelinhos são, sim, os verdadeiros ícones do Brasil!


Fonte: Extra - Globo

AUTO PANANMBI
Anuncie conosco
(55) 3322-7222
© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface