Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Ministério Público Federal investiga presidente da Caixa por assédio sexual

Publicada em 29/06/2022

  • Ministério Público Federal investiga presidente da Caixa por assédio sexual

O Ministério Público Federal abriu investigação para apurar denúncias de assédio sexual feitas por funcionárias da Caixa Econômica Federal contra o presidente da instituição, Pedro Guimarães. O caso está sob sigilo.

Cinco mulheres relataram as abordagens inapropriadas do presidente do banco. A revelação das denúncias foi feita pelo site Metrópoles nessa terça-feira (28). Elas contam, por exemplo, que o presidente da Caixa pedia abraços em contextos constrangedores e deixava a mão escapar para passar por partes íntimas dos corpos delas.

Algumas dessas mulheres dizem que simplesmente desistiram de usar o canal de denúncias oferecido pela Caixa. Elas afirmam que souberam de outros casos que não teriam sido levados adiante e contam que as vítimas até sofreram retaliações.

Ao site Metrópoles, a Caixa disse que não tem conhecimento sobre as denúncias de assédio sexual contra Guimarães e que tem protocolos de prevenção contra casos de qualquer tipo de prática indevida por seus funcionários.

"A Caixa não tem conhecimento das denúncias apresentadas pelo veículo. A Caixa esclarece que adota medidas de eliminação de condutas relacionadas a qualquer tipo de assédio. O banco possui um sólido sistema de integridade, ancorado na observância dos diversos protocolos de prevenção, ao Código de Ética e ao de Conduta, que vedam a prática de 'qualquer tipo de assédio, mediante conduta verbal ou física de humilhação, coação ou ameaça'", informou, em nota ao site.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, o presidente da Caixa deve deixar o cargo nesta quarta-feira. Um trecho da nota diz que Pedro Guimarães ficou abatido em razão das denúncias.

Na noite dessa terça-feira, a Caixa informou que o pronunciamento e a coletiva de imprensa com o presidente do banco previstos para a manhã desta quarta-feira (29), foram cancelados. Pedro Guimarães participaria de um evento em Brasília para tratar da estratégia do Plano Safra 2022/2023. A Caixa não informou o motivo dos cancelamentos.

Com informações - GZH

Rádio Jornalismo - Rádio Cruz Alta

Grupo Pilau de Comunicações

UNINTER
NETFACE
Eduardo Amaro Pilau

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface