Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

População pode consultar valores do “dinheiro esquecido” a partir de hoje

Publicada em 14/02/2022

  • População pode consultar valores do “dinheiro esquecido” a partir de hoje

A partir desta segunda feira, a população pode consultar se tem direito a sacar algum valor "esquecido" em instituições financeiras em um site exclusivo. O novo endereço para saber se há alguma quantia é o valoresareceber.bcb.gov.br. As transferências podem ser agendadas a partir do dia 7 de março.

O antigo site havia sido lançado no dia 24 de janeiro, mas, no dia seguinte, a página do Banco Central saiu do ar devido ao grande número de acessos. Na época, o Banco Central, por meio de nota, informou que estava investindo fortemente na ampliação de sua capacidade de atendimento.

Não será possível entrar no sistema com o login do Registrado. Para ter acesso às informações, o cidadão precisará estar cadastrado no site do Governo Federal, o gov.br. Esse cadastro pode ser feito via site ou aplicativo gov.br, na Google Play ou na App Store.

O perfil do usuário deverá ser prata ou ouro, que exige uma segurança maior, com etapas como o reconhecimento facial. Com esse cadastro, a pessoa terá acesso aos bancos credenciados. Para aumentar o nível da conta, basta entrar no perfil do gov.br, procurar a aba de privacidade/selo de confiabilidade e seguir os passos das validações.


R$ 8 bilhões para devolução

Segundo dados do Banco Central, cerca de R$ 8 bilhões estão parados em bancos ou instituições financeiras, esperando para serem sacados. Paulo Dantas da Costa – vice-presidente do Conselho Federal de Economia (COFECON), diz que os dados são surpreendentes. “É um fato importante na medida que os gastos das pessoas têm repercussão na demanda que, por consequência, atinge o setor produtivo pela fabricação de novos produtos”, ressalta. 

Na primeira fase, são mais de R$ 3,9 milhões que podem ser devolvidos para mais de 24 milhões de pessoas. Esse montante vem de contas correntes ou poupanças não sacadas, cobranças indevidas de tarifas ou de obrigações de créditos, cotas de capital e rateio de sobras líquidas de associados de cooperativas de crédito e grupos de consórcios extintos.

Segundo o economista César Bergo, a pessoa que conseguir reaver esse dinheiro pode utilizar esses recursos inesperados para formar um fundo de emergência, pagar as dívidas ou fazer aplicações. “Agora, realmente, a taxa de juros está bem atraente, então vale a pena aplicar em algum ativo de renda fixa. Começando pela própria poupança porque o valor pode ser pequeno ou buscar um fundo de investimento de renda fixa”, explica.

Golpes

O Banco Central também fez um alerta contra os possíveis golpes que podem ser aplicados. Segundo a instituição, é necessário estar atento aos seguintes pontos:


Com Informações - Brasil 61

Rádio Jornalismo – Rádio Cruz Alta

Grupo Pilau de Comunicações

ROSMER PALACE HOTEL
NETFACE
Eduardo Amaro Pilau

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface