Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Estado irá auxiliar os municípios em até R$ 20 mi para transporte de água

Publicada em 08/02/2022

  • Estado irá auxiliar os municípios em até R$ 20 mi para transporte de água

O governador Eduardo Leite anunciou na noite de segunda-feira (7/2) o atendimento à uma demanda da Famurs, do Conselho dos Secretários Municipais de Agricultura (Consema/RS) e dos municípios gaúchos. O Estado irá destinar recursos para auxiliar as prefeituras no custo extra com combustível para o transporte de água destinado às regiões mais afetadas pela estiagem. Os repasses podem chegar em até R$ 20 milhões, afirmou Leite.

Segundo o presidente da Famurs e prefeito de São Borja, Eduardo Bonotto, o governo do Estado foi sensível e célere em atender ao pleito que tem gerado preocupação, caso o período de seca se estenda e agrave ainda mais a situação. “O anúncio do Estado vem para minimizar os efeitos da estiagem e auxiliar os municípios que estão fazendo todo o encaminhamento para atender as comunidades e famílias mais afetadas, além de dar um suporte aos pequenos produtores do nosso estado”, avaliou.

Para o coordenador de Agricultura da Famurs, Mário Ribas Nascimento, o recurso será uma injeção na veio dos municípios. “Estamos com uma situação muito séria, principalmente no interior do estado, em que vemos uma das maiores secas da história do RS. São rios, sangas e reservatórios secando, centenas de comunidades e animais sem água para consumo. Esse recurso certamente irá minimizar o sofrimento dessas famílias e produtores”, afirmou.

Para atender as demandas dos municípios, o Estado também organizou uma força-tarefa para acelerar a assinatura de convênios que irão beneficiar cerca de 400 municípios que já decretaram situação de emergência no RS. Segundo Leite, a meta é de que, em até dez dias, seja finalizado os convênios para o repasse dos recursos, no intuito de viabilizar a construção de mais de seis mil açudes, com investimento de R$ 66 milhões  por parte do governo estadual; além da contratação emergencial, num total de mais de R$ 100 milhões, para perfuração de poços, caixas d’água e conjuntos de cisternas nas áreas mais atingidas pela estiagem.

Outra ação para o enfrentamento da estiagem foi a solicitação à Secretaria da Agricultura de estudo que viabilize o auxílio emergencial para as famílias em situação de vulnerabilidade, dentro das possibilidades jurídicas e financeiras do Estado. Leite também esteve reunido na manhã desta terça-feira (8/2) com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, para dialogar sobre as ações do governo federal que possam auxiliar na mitigação dos danos gerados pela falta chuvas.

Conforme o coordenador-geral da Famurs, Salmo Dias de Oliveira, ainda são necessárias soluções rápidas e linhas de crédito que auxiliem os produtores. “A Famurs liderou os primeiros movimentos, mas ainda nos encontramos em um momento muito sério e delicado. Já conversamos com a ministra Tereza Cristina e fizemos diversos pedidos para ajudar os produtores, como crédito emergencial com juro 0%; aquisição de alimentos da agricultura familiar via Conab, prorrogação de parcelas e descontos para liquidação de dívidas ativas com a União, entre outras”, relembrou. Segundo Salmo, a Federação segue mobilizada e buscando recursos que possam ajudar as famílias e os agricultores gaúchos.


Com Informações da Famurs

Rádio Jornalismo – Rádio Cruz Alta

Grupo Pilau de Comunicações

ROSMER PALACE HOTEL
UNINTER
prumo condominios

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface