Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Cruz Alta segue com monitoramento de situação vacinal da febre amarela

Publicada em 01/10/2021

  • Cruz Alta segue com monitoramento de situação vacinal da febre amarela

Há duas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde está coordenando uma ação de monitoramento e vacinação contra a Febre Amarela para aqueles que não tenham comprovação vacinal. Um alerta principalmente aos moradores das áreas rurais e periurbana que estão sendo visitados pelo respectivo agente comunitário de saúde e vacinador devidamente identificados em veículo da Vigilância em Saúde, para a verificação da carteira de vacinação. Durante a atividade, quem não está imunizado contra a febre amarela, é vacinado.

De acordo com a Enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Joice Miron Grenzel, a ação é fundamental para proteger a população de Cruz Alta contra a doença.  Segundo dados da Secretaria, não há registro de febre amarela no município, porém a Enfermeira faz um alerta. “Ao encontrar um macaco morto, a população deve informar a Vigilância Ambiental Municipal. Embora o animal não seja o transmissor da doença, ele é o sinalizador dela”.

Sobre os moradores da área urbana, Joice salienta que a principal orientação é para aqueles que ainda não tenham se imunizado contra a febre amarela, busquem pela vacina, disponível na sala de vacinação do Centro de Saúde da Mulher e da Criança, das 8h às 11h30min e da 13h30min às 17h.

Crianças devem tomar a primeira dose aos 9 meses e um reforço aos 4 anos. A partir dos 5 anos, crianças que não foram vacinadas podem tomar apenas uma dose. Esta dose única deve ser aplicada até os 59 anos de idade. A vacinação de pessoas com mais de 60 anos de idade, gestantes e mulheres que estejam amamentando crianças menores de 6 meses deve ocorrer em situações especiais (como emergência epidemiológica, vigência de surtos, epidemias ou viagem para área de risco, mediante a avaliação de risco/benefício, feita por um médico).

Em mulheres que estejam amamentando, pode-se considerar a suspensão do aleitamento materno por 10 dias. Pessoas com imunodepressão deverão ser avaliadas e vacinadas segundo orientações do Centro de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIE).

A febre amarela é uma doença febril aguda, causada por um arbovírus (vírus transmitido por mosquitos). Os primeiros sintomas são febre, calafrios, cefaleia (dor de cabeça), lombalgia (dor nas costas), mialgias (dores musculares) generalizadas, prostração, náuseas e vômitos.

Fonte: Prefeitura Municipal de Cruz Alta

UNINTER
Rádio Cruz Alta - Aplicativo

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface