Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

SMS participa do 1º Seminário Estadual de Transtorno do Espectro Autista

Publicada em 29/09/2021

  • SMS participa do 1º Seminário Estadual de Transtorno do Espectro Autista

O evento realizado em Santa Rosa, na terça-feira (28), contou com a presença de representantes de diversos municípios do RS e da Secretária Estadual Adjunta da Saúde, Ana Costa. Durante a programação do 1º Seminário Estadual do Transtorno do Espectro Autista foram tratados diversos temas com referência ao autismo.

Para a Secretária de Saúde de Cruz Alta, Daura Costa Beber Westphalen, o seminário serve para fortalecer e integrar as práticas efetivas do TEAcolhe, que é realizar de forma integral o atendimento e a inclusão dos autistas e de seus familiares. “Através de uma proposta de implantar o projeto em Cruz Alta, objetivamos atender usuários com este diagnóstico tanto do município, quanto da região”.

A pretensão, segundo a Secretária, é estender a capacitação a todos os profissionais da rede, iniciando na Atenção Primária em Saúde até a Atenção Especializada, através da Equipe Multidisciplinar que fará o atendimento assistido.

O Transtorno do Espectro Autista (TEA), popularmente conhecido como autismo, é um distúrbio do desenvolvimento que acomete, em média, uma a cada 59 crianças. Segundo a Organização Mundial de Saúde – (OMS), o autismo afeta 70 milhões de pessoas no mundo. Apesar dos avanços científicos, existem muitos desafios ligados a essa condição.

Estrutura do TEAcolhe

O TEAcolhe tem como objetivo organizar e fortalecer as redes municipais de saúde, de educação e de assistência social no atendimento às pessoas com autismo e suas famílias. O programa busca envolver escolas, postos de saúde, centros de atendimento e comunidade, atuando de forma integrada.Cada Centro Regional de Referência em TEA será destinado ao atendimento dos casos severos, graves e refratários das regiões, definidos por protocolo previamente estabelecido.As ações dos centros de referência em TEA poderão ser executadas, prioritariamente, por serviços públicos já existentes ou, de forma complementar, por instituições privadas, com expertise no atendimento às pessoas com autismo e suas famílias, sempre norteadas pelos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde, do Sistema Único de Assistência Social e do Sistema Nacional de Educação.

Fonte: Prefeitura de Cruz Alta

UNINTER
Rádio Cruz Alta - Aplicativo

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface