Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Vida na pandemia

Publicada em 17/09/2021

  • Vida na pandemia

O projeto “A Bioética da proteção em saúde para o cuidado centrado na pessoa com doença crônica na Estratégia de Saúde da Família Acelino Flores – Cruz Alta/RS” realiza atendimentos domiciliares para 43 famílias do bairro Acelino Flores, em Cruz Alta.

O objetivo do Projeto é promover formas e maneiras para melhorar a qualidade de vida de pessoas com doenças crônicas. Com auxílio das agentes de saúde da Estratégia de Saúde da Família Acelino Flores, os acadêmicos do 4º e 8º semestres do curso de Fisioterapia atuam de perto na rotina de pacientes, familiares e cuidadores.

Os atendimentos domiciliares serão realizados até o final do mês de novembro, por 23 alunos envolvidos em cinco disciplinas do curso de Fisioterapia: Prática de Fisioterapia na Saúde Coletiva, Fisioterapia na Saúde do Idoso II, Bioética, Deontologia e Educação e Saúde. A docente Themis Carvalho, que coordena o Projeto, explica que “esses pacientes terão atendimento centrado na pessoa, onde os acadêmicos vão fazer toda uma avaliação, entendendo a pessoa e a sua história de vida”.

Nas primeiras visitas, foram aplicados questionários, para coletar informações gerais, verificar exames complementares, dentre outros detalhes importantes da rotina dos pacientes, com objetivo de identificar e planejar as atividades de promoção de saúde para as famílias.

Milena Post, acadêmica do 8º semestre de Fisioterapia, relata que participar do projeto é muito importante para desempenhar a profissão futuramente com olhar voltado ao ser humano. “É o primeiro contato com o paciente, temos um outro olhar com ele, não é aquele atendimento clínico distante, ficamos perto do paciente e participamos da vida dele. Não é só chegar lá, atender e ir embora. A gente entra em contato, pergunta se está tudo bem, é um atendimento completo e por isso é importante para nossa formação”, relata Milena.

Doralina Costa da Rosa tem 85 anos e há três anos é uma das pacientes atendidas pelo Projeto da Unicruz. A dona Dora, como é chamada, sabe bem o valor desse tipo de atividade e reconhece que os atendimentos a domicílio feitos pelas acadêmicas, trazem grandes benefícios à família toda. “Estou muito feliz, com o retorno delas aqui. Elas procuram praticar, em cima de uma dor que a gente está sentindo. Eu trabalhei na área da saúde, eu dou muito apoio, elas nos ajudam e a gente ajuda elas”.

Com a pandemia, muitos desses pacientes se mantiveram isolados em casa, saindo apenas em situações de urgência e de extrema necessidade. Receber as acadêmicas em casa é um motivo de comemoração para as famílias. A professora Themis explica que os acadêmicos estão preparados para realizar a atividade com segurança, respeitando todos os protocolos de saúde, “desta forma quando eu entendo o problema de perto, com todas as medidas protetivas, eu consigo elaborar de fato atividades de saúde, de prevenção, de promoção e principalmente atividades resolutivas de vida, vida na pandemia”.

Fonte: UNICRUZ

UNINTER
Rádio Cruz Alta - Aplicativo

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface