Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

SAE amplia oferta de testes rápidos para diagnóstico de HIV

Publicada em 10/08/2021

  • SAE amplia oferta de testes rápidos para diagnóstico de HIV

O Serviço de Atendimento Especializado-SAE, ampliou nas últimas semanas, a oferta de testes rápidos gratuitos nas unidades de saúde de Cruz Alta, já que o diagnóstico precoce é fundamental para o início do tratamento que pode prolongar a expectativa de vida do paciente infectado.

Segundo a Enfermeira e Coordenadora do SAE, Ângela Garlet, o teste é ofertado em todas as Estratégias de Saúde da Família do município, basta agendar a coleta. O teste também pode ser feito nas terças-feiras pela manhã e nas quintas-feiras à tarde, junto ao SAE. Não é necessário apresentar requisição médica para ter acesso. “Preferencialmente, as pessoas devem procurar a ESF mais próxima de sua residência e solicitar o agendamento para a realização, evitando, assim, a aglomeração de pessoas nas salas de espera".

Conforme Ângela, em casos positivos, os pacientes são encaminhados para o tratamento específico. “Se realizado o tratamento adequado, o vírus pode ficar indetectável, o que faz com que não seja transmitido. Nas ESFs, o resultado é divulgado na mesma hora, uma vez que se trata de teste rápido, já no SAE, ele leva, em média, sete dias para estar pronto”.

Dados do SAE, revelam que em 2020, Cruz Alta registrou 52 novos casos de HIV/AIDS, sendo 27 deles registrados até julho. Em 2021, até o momento, foram 22. Ou seja, houve uma diminuição em relação ao ano passado. “É essencial que, as pessoas, mesmo neste período de pandemia, continuem procurando o teste rápido para a identificação de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). Aquele que tem o vírus e não sabe, pode transmitir involuntariamente. Por isso, é fundamental que todos com vida sexual ativa busquem fazer periodicamente o exame”.

A coordenadora do SAE lembra que a prevenção é a melhor forma de proteção das ISTs. O uso da camisinha é um hábito que precisa ser constante, durante todo o ano. No município, a distribuição de preservativos é feita no SAE e nas ESFs. “Ninguém morre de Aids, mas sim por doenças classificados como oportunistas e que são causadas pela falha no sistema imunológico. Ser HIV positivo não significa que a pessoa tenha Aids. HIV é uma sigla para vírus da imunodeficiência humana. É o vírus que pode levar à síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). Com a evolução do tratamento, é possível que a pessoa tenha o vírus e não desenvolva a doença”.

Para mais informações, as pessoas podem contatar com o SAE, através do telefone 3322 0153, ou através da unidade de saúde mais próxima de sua residência.


Fonte: Prefeitura Municipal de Cruz Alta

UNINTER
Rádio Cruz Alta - Aplicativo

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface