Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Julho amarelo chama atenção sobre a importância do teste rápido

Publicada em 20/07/2021

  • Julho amarelo chama atenção sobre a importância do teste rápido

O mês de julho é dedicado a conscientização das hepatites virais, inflamações causadas por vírus classificados pelas letras A,B,C,D (Delta) e E que podem estar relacionadas ao uso de medicamentos, álcool, drogas, doenças autoimunes, metabólicas ou genéticas. Segundo a Enfermeira Coordenadora do Serviço de Atendimento Especializado de DST/Aids, Ângela Garlet, em 2021 foi registrado somente 01 caso de hepatite C em Cruz Alta.

Ângela chama a atenção sobre a importância dos testes para hepatites A, B e C, oferecidos gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No município, podem ser feitos no SAE nas terças-feiras pela manhã e nas quintas-feiras à tarde, bem como nas Estratégias de Saúde da Família, com agendamento prévio. Não é necessária a apresentação de requisição médica. “As equipes de todas as ESFs estão capacitadas para fazerem o teste. A prevenção é sempre o melhor remédio, mas para cada tipo de hepatite existe um tratamento específico. Quanto antes for diagnosticada, melhor será a resposta aos tratamentos existentes".

Ela também lembra que as pessoas devem estar atentas aos sintomas da doença que costumam se manifestar na forma de cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Muitas vezes essas enfermidades, principalmente as hepatites B e C, não manifestam sintomas na fase inicial e acabam por exigir cuidados imediatos de forma a melhorar o prognóstico em relação à doença. 

A vacina para o vírus A é ofertada pelo SUS para crianças acima de um ano e para pessoas com outras doenças no fígado. São duas doses que garantem proteção de 100%. Já a vacina para o vírus B está disponível para todas as pessoas, independentemente de idade. São três doses com intervalo de 30 e 180 dias após a primeira dose.

O tratamento para as hepatites B e C também é oferecido pelo SUS de forma gratuita. Pacientes com o vírus B devem fazer tratamento contínuo pelo resto da vida. Já a hepatite C é tratada e curada, em mais de 95% dos casos, com a administração de um único comprido diário, durante 12 semanas. 

 “O Julho Amarelo tem o objetivo de chamar a atenção da comunidade para a necessidade de se fazer o teste rápido de diagnóstico como prevenção e assim evitar as consequências mais sérias da patologia, a cirrose e o câncer no fígado, que podem levar o paciente à morte”.

Para mais informações, as pessoas podem contatar com o SAE, através do telefone 3322 0153, ou telefonar para a ESF da região de abrangência de sua residência.


Fonte: Prefeitura Municipal de Cruz Alta

Rádio Cruz Alta - Aplicativo
UNINTER

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface