Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Secretaria de Educação entrega Espaço Multidisciplinar

Publicada em 29/12/2020

  • Secretaria de Educação entrega Espaço Multidisciplinar

 

A Secretaria Municipal de Educação (SME) entregou na última segunda-feira (28) o Ateliê da Infância. Essa novidade é um espaço multidisciplinar desenvolvido para acolher, acompanhar, atender e constituir processos de educação permanentes, dirigidos aos estudantes, às famílias e aos trabalhadores da rede municipal de educação. Um destaque da iniciativa é que houve investimento financeiro apenas na reforma do espaço, uma vez que o mobiliário foi aproveitado dos excedentes. A proposta foi produzida em uma parceria entre as equipes da Coordenadoria de Desenvolvimento Humano (SMADH) e do Núcleo Pedagógico da SME.

De acordo com a secretária municipal de Educação, Elizabeth Fontoura Dorneles, o grande objetivo do Ateliê da Infância é auxiliar os docentes no trabalho com crianças e jovens com dificuldades de aprendizagem relacionadas aos aspectos de conhecimento, emocionais, afetivos, psicológicos e orgânicos. “Nesse sentido, será tanto um laboratório onde os professores podem levar as situações-problema e discutir com as diversas áreas, assim como fazer o atendimento pedagógico e psicológico das crianças. Isso sempre no sentido terapêutico, reduzindo amplamente a medicalização e a medicamentalização de crianças e adolescentes”, enfatiza.

A medicamentalização da infância é uma grande preocupação da secretária. Segundo a professora Elizabeth, as dificuldades de aprendizado não são necessariamente de ordem neurológica, podendo ter variadas causas. É aí que a equipe multidisciplinar se faz importante. Em conjunto, as áreas identificam problemas de origem socioeconômica, fisiológicos ou até mesmo uma desadaptação do aluno com os processos educacionais.

A psicóloga da Coordenadoria de Desenvolvimento Humano, Maria Luiza Diello, relembra que o trabalho começou em 2018 com o mapeamento das necessidades da rede municipal. “Um dos principais pedidos foi a recomposição de uma equipe técnica para dar conta das demandas relacionadas às dificuldades dos alunos, das famílias e dos educadores, nos processos de ensino aprendizagem, por conta de situações singulares nas condições de desenvolvimento. Durante a produção da proposta, o Governo Federal promulgou uma lei exigindo a criação de serviços semelhantes em todo o país. Isso é uma garantia de manutenção e financiamento do trabalho”.

Segundo Maria Luiza, “foi constatada uma tendência patologizadora da vida, em que se transformam as questões e dificuldades dos alunos, em doença. Essa inserção de crianças e adolescentes no uso de medicamentos psicotrópicos é cada vez mais deliberada, precoce e intensa. Isso pode e já vem comprometendo o futuro dessas gerações de crianças, adolescentes e, logo, da sociedade”.

O ambiente, como destaca a secretária, foi montado com salas muito amplas e mobiliário simples. É uma forma de incentivar as atividades físicas e desenvolver a criatividade, práticas essenciais para atenuar a situação constatada. A expectativa era de que a proposta tivesse começado a funcionar em abril de 2019, mas, em decorrência da emergência da pandemia, isso foi adiado. Estando o espaço físico minimamente montado e a equipe técnica já sendo articulada, a expectativa é de que se complemente essa equipe e que o serviço seja efetivado e se mantenha em funcionamento. Ela destaca também que isso não diz respeito ao governo que sai ou ao governo que assume a gestão em 2021, mas ao desenvolvimento intelectual e emocional das crianças do município. Cabe ressaltar que precisamos ampliar e manter as ações de cuidado de nossas crianças.

Confira abaixo, em detalhes, os objetivos e públicos do Ateliê:

OBJETIVO GERAL

Constituir Equipe Técnica Multidisciplinar de Apoio, para acolher, atender e acompanhar os alunos da rede pública municipal de educação de Cruz Alta/RS que apresentem demandas singulares relacionadas aos processos de desenvolvimento cognitivo-intelectual ou afetados por deficiência ou transtorno físico ou mental.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

• Constituir espaço físico com estrutura para acolher, atender e acompanhar crianças e adolescentes da rede pública municipal de educação;

• Constituir equipe técnica especializada para acolher, avaliar, atender e acompanhar crianças e adolescentes, estudantes da rede pública municipal de educação, que demandem atendimento especializado;

• Produzir diagnóstico cartográfico que sirva ao delineamento de ações de atenção e cuidado, dirigidas aos alunos de escolas públicas municipais;

• Formular e constituir proposta de educação permanente aos trabalhadores em educação, relacionada às questões propostas por este projeto;

• Acompanhar longitudinalmente os desdobramentos das ações do presente projeto, na vida dos alunos;

• Articular e operacionalizar os processos de educação permanente com os trabalhadores em educação e demais trabalhadores da rede.

PÚBLICO A SER ATENDIDO

Crianças e adolescentes, alunos da rede pública municipal de educação, trabalhadores em educação e famílias.

Fonte: Secretaria Municipal de Educação

Confira outras imagens

  • Secretaria de Educação entrega Espaço Multidisciplinar
TAVOLA ASSESSORIA IMOBILIARIA
NET FACE
prumo condominios

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface