Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Cametá, no Pará, é alvo de assaltantes um dia após ação violenta em Criciúma

Publicada em 02/12/2020

  • Cametá, no Pará, é alvo de assaltantes um dia após ação violenta em Criciúma

A cidade de Cametá, no interior do Pará, região norte do Brasil, viveu momentos de tensão entre o fim da noite de terça (1°) e começo da madrugada desta quarta-feira (2). Criminosos assaltaram ao menos um banco do município e fizeram reféns. O caso ocorreu menos de 24 horas depois do ataque em Criciúma, Santa Catarina. Uma pessoa morreu, segundo o prefeito da cidade. 

De acordo com a Polícia Militar de Cametá, o assalto foi de grandes proporções e os criminosos usavam armamento pesado. Os policiais, a postos no quartel, foram acuados, e os bandidos conseguiram fugir da cidade. A agência do Banco do Brasil foi atacada - assim como em Criciúma. 

Uma nota divulgada em torno da 1h30min pela Secretaria de Segurança Pública do Pará dava conta de que não havia mortos. No entanto, o prefeito de Cametá, Waldoli Valente, ao se manifestar nas redes sociais para tranquilizar a população, escreveu que um "jovem perdeu a vida de forma covarde". 

Cametá é um município de cerca de 140 mil habitantes e a 235 quilômetros de distância da capital Belém. Ainda de acordo com a Polícia Militar, os bandidos saíram de Cametá a caminho de Tucuruí, ao sul do Pará. 

A informação é de que cerca de 40 pessoas foram feitas reféns e foram usadas de escudo humano para ação dos bandidos. Elas estavam dispersas pelas ruas, algumas acompanhando um jogo de futebol em bares da região central da cidade, onde também fica o quartel da Polícia Militar e diversas agências bancárias.


Fonte: Gaúcha ZH

NET FACE
TAVOLA ASSESSORIA IMOBILIARIA
prumo condominios

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface