Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Varejistas buscam recuperação das vendas na Black Friday no RS

Publicada em 23/11/2020

  • Varejistas buscam recuperação das vendas na Black Friday no RS

Os varejistas gaúchos esperam recuperar as suas vendas, impactadas em meio às restrições da pandemia Covid-19 , com a Black Friday, marcada para o dia 27 de novembro. De acordo com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS), a data deve ser recheada de promoções mais fortes em comparação aos anos anteriores, quando a situação econômica não era tão delicada.

Segundo a FCDL-RS, os empresários estão esperançosos com o potencial de vendas previsto para a data. Entre os produtos que devem ser mais procurados pelos clientes este ano são roupas, calçados, smartphones, eletrodomésticos e eletrônicos.

Conforme estimou o presidente FCDL-RS, Vitor Augusto Koch, este ano pode ocorrer um incremento no montante de vendas, que no Estado, em 2019, esteve próximo dos R$ 650 milhões, somando compras online e em lojas físicas. Em nível nacional, as vendas pelo canal online na Black Friday 2019 chegaram a R$ 3,2 bilhões, um crescimento de 23% diante de 2018.

"A Black Friday já se caracteriza por ser uma data com muita força no calendário do varejo. Em 2020, isso deve se intensificar, uma vez que os consumidores parecem estar ávidos por buscar as promoções para fazer suas compras de final de ano. É importante que os lojistas saibam aproveitar este momento, oferecendo descontos atrativos, pois ampliam as chances de venderem mais", ressaltou.

Competitividade

Koch diz que no se refere as lojas físicas, é possível perceber que nos últimos anos elas estão aprimorando muito sua relação com os fabricantes e ganhando competitividade em relação ao comércio virtual. "Desta forma, conseguiram fazer a diferença de preço entre venda online e presencial ser cada vez menor. Fatores como a garantia de balcão, as condições reais de verificar e testar o produto antes da compra, o serviço de instalação e montagem de equipamentos mais complexos e o atendimento personalizado são atrativos que também favorecem as lojas físicas", disse.

"O que pode desfavorecer o incremento das vendas nas lojas físicas, neste ano, são as limitações ainda em vigor no comércio gaúcho, por conta da pandemia. Mas os nossos lojistas, de um modo geral, estão cumprindo à risca todos os protocolos de saúde determinados pelas autoridades", apontou.

Pagamentos e garantias

A FCDL-RS indica que na hora do pagamento, sempre que possível, o cliente pague à vista o que comprar, uma vez que os juros do cartão de crédito e do cheque especial seguem altos. Outro aspecto para se levar em conta pelo consumidor é pesquisar não só preço, mas também prazo de entrega, termos de garantia e instalação e procedimentos necessários para a reposição de produtos que cheguem danificados.

Outro alerta da FCDL-RS é que os lojistas que aderirem a Black Friday devem estar devidamente preparados, com estoques organizados e em quantidade suficiente para atender a demanda dos consumidores, a fim de proporcionar a melhor experiência de compra possível.

Fonte: Correio do Povo

NET FACE
UNINTER
TAVOLA ASSESSORIA IMOBILIARIA

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface