Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Calor favorece nuvem de gafanhotos onde fica a 122 km do Rio Grande do Sul

Publicada em 20/07/2020

  • Calor favorece nuvem de gafanhotos onde fica a 122 km do Rio Grande do Sul

As altas temperaturas registradas no Rio Grande do Sul nos últimos dias têm favorecido a movimentação da nuvem de gafanhotos que sobrevoa a Argentina em direção ao Estado. Autoridades brasileiras estão monitorando os insetos, que devem se mover com mais intensidade pelo menos até a próxima quarta-feira (22). Na quinta-feira (23), há previsão de que uma nova frente fria ingresse em solo gaúcho, o que deve afastar os insetos. 

Segundo Juliano Ritter, fiscal estadual agropecuário que acompanha a situação na fronteira do Rio Grande do Sul, os insetos se moveram cerca de 33 quilômetros no último sábado (18) dentro do país vizinho e estão próximos da cidade de Sauce. Em direção ao Estado, a nuvem se aproximou cerca de oito quilômetros, ficando ainda mais perto – por volta de 122 quilômetros – do município de Barra do Quaraí.

Nem todas as condições climáticas, entretanto, são favoráveis à aproximação da nuvem. Segundo Ritter, a direção do vento – que sopra de Norte para Sul nos últimos dias – diminui a probabilidade de entrada dos insetos no Rio Grande do Sul.

— A tendência é que eles se movam para outra província argentina, como Entre Rios ou Santa Fé. Mas o ingresso no Estado não está descartado, precisamos monitorar dia a dia, estamos com atenção redobrada — diz Ritter.

Segunda nuvem:

Uma segunda nuvem de gafanhotos, que está se movimentando no Paraguai, também está sendo monitorada pelo Brasil. Segundo Ritter, os insetos estão a aproximadamente 200 quilômetros do município de Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, e têm se movido com intensidade na direção Sul.

Fonte: Gaúcha ZH

ROSMER PALACE HOTEL

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface