Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

U.R.G.E.N.T.E.! CRUZ ALTA PASSA PARA A BANDEIRA VERMELHA NA SEMANA QUE VEM

Publicada em 10/07/2020

  • U.R.G.E.N.T.E.! CRUZ ALTA VAI PARA A BANDEIRA VERMELHA  NA SEMANA QUE VEM

O cenário de disseminação do coronavírus e da ocupação de leitos cresce no Estado. Na décima rodada preliminar do Distanciamento Controlado, o Rio Grande do Sul tem 15 regiões com risco alto, ou seja, estão na bandeira vermelha.

A análise preliminar dos índices de propagação do vírus e de ocupação dos leitos trouxe, novamente, as regiões de Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Capão da Canoa, Palmeira das Missões e Pelotas em bandeira vermelha. Essas áreas já haviam sido classificadas como alto risco na rodada anterior.

As regiões de Taquara, Santo Ângelo, Cruz Alta, Santa Rosa, Erechim, Passo Fundo, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul evoluíram de bandeira laranja para vermelha nesta rodada.

Santa Maria, Ijuí, Uruguaiana, Bagé e Lajeado são as cinco regiões que permaneceram na bandeira laranja.

Embora nenhuma região do Estado tenha sido classificada com risco altíssimo (bandeira preta), tampouco houve classificação de risco baixo (bandeira amarela). Nesta rodada, inclusive, nenhuma região apresentou melhora nos índices.

QUEM PIORA

As regiões de Taquara, Erechim, Passo Fundo e Caxias do Sul, que tiveram apuração de bandeira vermelha na semana anterior, mas que, após avaliação dos recursos, foram situados em bandeiras laranja, retornam novamente para a vermelha, com médias ponderadas mais elevadas que anteriormente.

As regiões de Santo Ângelo, Cruz Alta, Santa Rosa, Cachoeira do Sul e Santa Cruz do Sul, que estavam em bandeiras laranja, passaram para bandeira vermelha. As mudanças decorrem pela contínua piora dos indicadores de propagação e de capacidade do sistema de saúde, tanto regionais quanto macrorregionais.

MACRORREGIÃO MISSIONEIRA

Na décima rodada do Distanciamento Controlado, quatro das cinco regiões da macrorregião missioneira obtiveram situação de bandeira vermelha. As regiões de Santo Ângelo, Cruz Alta e Santa Rosa passaram de bandeira laranja para vermelha. Apenas a região de Ijuí manteve-se na bandeira laranja.

Com o agravamento dos indicadores de Capacidade de Atendimento e de Mudança da Capacidade de Atendimento, tanto da Macrorregião quanto do Estado, que avaliam o quantitativo de leitos de UTI livres sobre leitos de UTI ocupados por pacientes Covid-19 e a variação no número de leitos de UTI livres no último dia para atender Covid-19 entre as duas semanas, as regiões tiveram o impacto sobre a definição das bandeiras finais.

Apesar de que a região não apresentou um aumento significativo na velocidade de avanço da doença, o número de pacientes Covid-19 cresceu 44%, passando de 9 para 13 internados. Apesar das reduções nos números de internados em leitos clínicos confirmados para Covid-19 (de 29 para 21) e internados em leitos de UTI por SRAG (de 22 para 18), as hospitalizações registradas para Covid-19 nos últimos 7 dias, somadas as quatro regiões missioneiras, cresceram 18%, passando de 34 para 40.

Nas quatro regiões Covid-19 da macrorregião Missioneira, os indicadores de Estágio da Evolução na Região e de Incidência de Novos Casos Sobre a População variam, com a situação mais agravada na região de Cruz Alta. No indicador de projeção do número de óbitos, as quatro regiões obtiveram bandeira vermelha ou preta.

Os indicadores da macrorregião de Capacidade de Atendimento e de Mudança da Capacidade de Atendimento obtiveram deterioração, em que ambas passaram de bandeira amarela para laranja.

Enquanto na semana passada havia 6,0 leitos de UTI livres para cada leito de UTI ocupado por paciente Covid-19, nesta semana o indicador passou para 4,0. No comparativo do número de leitos livres de UTI no último dia para atender Covid-19 entre as duas quintas-feiras, verificou-se uma pequena redução, passando de 54 para 52.

Com Informações do governo do Estado

Do Jornalismo

Paulinho Barcelos

Rádio Cruz Alta AM-Grupo Pilau



prumo condominios
ROSMER PALACE HOTEL
NET FACE

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface