Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Distanciamento Controlado:Cruz Alta segue na bandeira Laranja.

Publicada em 13/06/2020

  • Distanciamento Controlado:Cruz Alta segue na bandeira Laranja.
 Em meio ao aumento de contaminações, mortes e internações em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) pelo novo coronavírus no Rio Grande do Sul, o governo do Estado piorou a classificação de 5 das 20 regiões no sistema de Distanciamento Controlado contra a Covid-19. Com a mudança, Caxias do Sul, Santo Ângelo, Santa Maria e Uruguaiana passaram de bandeira laranja (risco médio) para vermelha (risco alto). Já Bagé passou de bandeira amarela (risco baixo) para laranja. Já a região de Santa Cruz do Sul obteve melhora nos indicadores, indo de bandeira laranja para amarela.

Cruz Alta segue na mesma classificação da semana anterior,portanto bandeira Laranja.

As alterações seguem ajustes no modelo anunciados pelo governador Eduardo Leite na última quinta-feira. Dos 11 indicadores levados em conta, o Palácio Piratini alterou quatro e apertou o ponto de corte em sete. As novas regras nos índices de óbitos por Covid-19, por exemplo, têm uma projeção das mortes nos últimos sete dias e na variação de pacientes internados em UTI, ao invés de usar o número de óbitos dos últimos sete dias.

Assim, para a região passar da bandeira amarela para a laranja, a taxa de avanço de hospitalizações por Covid-19, no período de duas semanas, terá que passar de 5% a 20%; para ir da laranja para a vermelha, o avanço deve ser de 20% a 50%; e, da vermelha para a preta, o avanço precisa ser de 50%. 

Os dados anunciados neste sábado valem pelo menos até o próximo dia 21 de junho. 

O RISCO DA BANDEIRA VERMELHA.

A bandeira vermelha representa restrições mais severas. Por exemplo, somente estabelecimentos que vendem itens essenciais podem estar abertos, mantendo 50% dos trabalhadores. Restaurantes e lancherias ficam proibidos de receber clientes no local, mas podem atender em sistema de tele-entrega, drive-thru e pegue e leve.

Nos shoppings, também fica permitido o acesso apenas a serviços essenciais, como farmácias, lavanderias e supermercados, que podem operar com apenas 25% dos funcionários. As aulas devem ser mantidas apenas de forma remota. Cursos livres, cujo funcionamento seria permitido, com respeito às medidas sanitárias, a partir do dia 15 de junho, devem permanecer fechados, assim como escolas de ensino infantil, fundamental e médio e universidades.

Academias, missas e serviços religiosos, clubes sociais e esportivos (mesmo que com atendimento individual), e serviços de higiene pessoal, como cabeleireiro e barbeiro, por exemplo, passam a ser totalmente vedados.

Do Jornalismo

Paulinho Barcelos

Rádio Cruz Alta AM-Grupo Pilau


Confira outras imagens

  • Distanciamento Controlado:Cruz Alta segue na bandeira Laranja.
UNINTER
ROSMER PALACE HOTEL
TAVOLA ASSESSORIA IMOBILIARIA

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface