Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Cruz Alta registrou novos casos autóctones de Dengue e Chikungunya

Publicada em 17/04/2020

  • Cruz Alta registrou novos casos autóctones de Dengue e Chikungunya

A Secretaria Municipal de saúde através da Vigilância Epidemiológica informa que, desde o incio do ano, até a última quarta-feira (15), o município registrou cinco casos autóctones de Dengue e um de Chikungunya desde o inicio de 2020.

Os bairros quais foram identificadas as pessoas contaminadas são: Vila Rancho I e II, Bonini I, Toribio Veríssimo e Schettert.

A Vigilância em Saúde desde o primeiro caso vem intensificando as ações e as vistorias nas casas com a equipe dos agentes de combate a endemias.

A Coordenadora da Vigilância em Saúde, Adelita Missio Lopes reforça que a população deve fazer sua parte com os cuidados de prevenção, mesmo com as mudanças de temperatura” Repelentes e inseticidas também podem ser usados conforme orientação nos rótulos. “Mas a melhor forma de prevenção contra a dengue ainda é evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, eliminando água armazenada que podem se tornar possíveis criadouros” ressalta Adelita.

Lembrando que o fornecimento do inseticida é competência do Ministério da Saúde e a distribuição é realizada pelo Governo do Estado, e desde novembro de 2019 e até início de abril deste ano, a Vigilância em Saúde teve um desabastecimento deste produto. E por razões técnicas e recomendações do MS, as prefeituras não podem adquirir produtos inseticidas para o combate à dengue.

A SMS reforça o pedido a toda população de que fiquem em casa e limpem seus pátios. No sentido de eliminar criadouros do Aedes aegypti e ainda evitar a aglomeração devido ao Covid-19.

Vale ressaltar que o Programa de Nacional de Controle a Dengue é desenvolvido aqui em Cruz Alta desde 2002.

Fonte: Secretaria de Saúde de Cruz Alta

UNINTER
TAVOLA ASSESSORIA IMOBILIARIA
ROSMER PALACE HOTEL

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface