Estamos Ao Vivo
Estamos Ao Vivo
Grupo Pilau

Saiba como funciona a contratação de servidor público em Cruz Alta

Publicada em 15/01/2020

Na manhã desta quarta- feira, em entrevista à rádio Cruz Alta, a vereadora Dra. Paula Rubin Facco Librelotto abordou a denúncia realizada por ela no Ministério Público, que questiona a transparência e os critérios de seleção dos processos seletivos de contratos da Prefeitura de Cruz Alta, devido o grande número de acusações recebidas. 

Durante o último processo seletivo emergencial de servidores da área da saúde não foram divulgados os critérios de seleção, tampouco os candidatos suplentes.

Em resposta ao questionamento da vereadora Paula e da população, o Secretário de Administração e Recursos Humanos, Fernando Cossetin , também esteve na rádio Cruz Alta e explicou:

“A questão dos contratos emergenciais é sempre polêmica. A seleção é simplificada e a duração do tempo de contrato é de seis meses, podendo ser renovado automaticamente por mais seis meses. Assim, o contratado faz um trabalho que naquele momento, um concursado não pode fazer”.

O processo é feito por meio de um edital público e entrega de currículo para posteriormente ser feita a análise dos candidatos que se dá pelo candidato que apresentar o melhor currículo para determinado cargo.

“O que fica bem claro é que esse tipo de seleção é ruim para toda a comunidade, inclusive para a administração porque assim não há um servidor que fique muito tempo no serviço público. Ele é ruim porque, às vezes, são 2 ou 3 vagas e existem 50 ou 60 candidatos. Sabemos que o melhor processo a adotar em Cruz Alta é ir para o caminho do processo seletivo público e isso já está sendo feito”, declarou o secretário.

Em relação à lista de suplentes que não foram divulgados, Cossetin comentou que em algumas situações a prefeitura não divulga os suplentes. É feita a seleção dos profissionais aprovados em primeiro momento e conforme a necessidade de uma abertura de vaga, é feita uma nova seleção a partir dos mesmos inscritos e são chamados os que estão disponíveis naquele período para preencher a vaga. A área da saúde e da educação são de extrema emergência de contratação e por isso a rapidez e simplificação no processo.

Nos próximos dias, será finalizada a contratação da empresa para poder efetivar o concurso público em Cruz Alta, assim a  população  poderá fazer as provas. O aprovado no concurso pode fazer uma carreira profissional no município, diferentemente do que vem ocorrendo.

Redação: Bruna Binotto 

Anuncie conosco


(55) 3322-7222

© 2019 Grupo Pilau. Todos os direitos reservados.
Portal produzido pela Netface